Meu problema com aplicativos de taxi (e as soluções)

Dentro do carro pela segunda vez minha esposa avisou o motorista que ele havia tomado o caminho errado. O carro acelera bruscamente, freia e para no acostamento.

_ Já que está tão ruim desçam do carro agora!

Em choque saímos do veículo (eu, minha esposa e uma amiga), mas a história não termina aí. O motorista também sai do carro, saca uma carteira da polícia e grita em nossa direção:

_ Vocês não estão lidando com qualquer um: vejam quem sou!

Percebo o motorista com algo estranho na outra mão, que está próxima da parte de trás do seu cinto. Por estar assustado temo ser uma arma e, para defender minha esposa e nossa amiga, parto em direção do sujeito aos gritos e este se acovarda, volta para dentro do veículo e parte para “atender” outros azarados passageiros.

Lendo as notícias recentes talvez em um primeiro momento você creia se tratar de um taxista “convencional”, certo? Errado.

Meu histórico recente

Pelo menos duas vezes por dia pego algum taxi (tradicional ou não). Estatísticamente a possibilidade de algo dar errado comigo é muito grande e, de fato, ocorre com frequência. Apenas algumas das situações pelas quais passei nos últimos seis meses:

  • Chamo um taxi, no aplicativo aparece um motorista e, quando o carro chega, é outra pessoa completamente diferente (inclusive há casos nos quais ao negar a corrida fui ameaçado de porrada)
  • Motoristas malucos que não respeitam um sinal qualquer e andam a 100 por hora
  • Um motorista louco que joga seu carro contra um carro do Uber
  • Gente que nega me devolver troco e faz um cavalo de pau comigo dentro
  • Um motorista que joga seu carro contra um ônibus por que “estava estressado”
  • Um motorista que quer “dar um susto” em seu colega e quase bate o veículo comigo dentro

A lista é longa e já virou até piada entre meus amigos. Não sei se ocorre com outros consumidores com perfil similar ao meu, mas ao menos comigo, em Belo Horizonte, ocorre bastante.

E agora o detalhe curioso: 100% dos incidentes que tive se iniciaram usando um aplicativo de transporte. O melhor serviço de transporte que uso é o ponto de taxi perto da minha casa, para o qual ligo pedindo um carro.

Dado que vou continuar usando estes serviços (não tenho escolha (por enquanto)), resolvi escrever este post pra ver se os responsáveis pelos aplicativos ouvem minhas reclamações (que agora estou tornando públicas) e sugestões.

A grande falha e minhas sugestões

Muitos destes aplicativos dizem que filtram os motoristas que os usam, no entanto com absolutamente TODOS que usei passei por algum inconveniente que colocou minha integridade em risco.

Todos dizem oferecer excelente suporte ao passageiro caso algo dê errado: você pode, por exemplo, dar nota a um motorista. Pode também entrar em contato com os responsáveis pelo aplicativo reportando o acontecimento, o que é ótimo. Alguns até te respondem!

Aí entra a falha: eu devo poder reportar que algo está errado não depois do incidente, mas sim antesdurante.

Se chamo um taxista e vêm outro, naquele momento devo alertar a operadora do ocorrido. Na maioria dos aplicativos, o máximo que posso fazer é cancelar a viagem. O problema é que este cancelamento ocorre com o “falso motorista” diante de mim. Resultado? Minha segurança agora está em risco e você muitas vezes se vê coagido a participar de uma viagem com alguém que não foi chamado.

(será que a nota que vejo do motorista é realmente a dele ou de outro que veio atender em seu lugar?)

Primeira sugestão: poder reclamar antes da viagem ocorrer

Todo aplicativo deveria ter esta funcionalidade: se não gostei do motorista ou se veio outra pessoa, naquele momento devo alertar os responsáveis pelo aplicativo, não depois.

Estou falando isto como usuário do Windows Phone, talvez para Android seja diferente. Falando nisto…

Segunda sugestão: a segurança do passageiro não deve depender do sistema operacional do seu telefone

Se você oferece um aplicativo de transporte, está lidando com a segurança dos seus usuários. E parte da segurança vêm justamente do modo como o usuário interage com o aplicativo.

O único aplicativo de taxi que usei e possuí qualidade para usuários Windows Phone é o Way Taxi. Tirando ele, os demais simplesmente fedem.

Lançar versões inferiores de um aplicativo que pode colocar os seus usuários em risco para outras plataformas só por que possuem menos usuários. Tenho um nome adequado para esta postura: irresponsabilidade.

Sugestão? Se vão lançar uma versão inferior para uma plataforma, não lancem.

Terceira sugestão: botão de pânico durante a viagem

O motorista pode causar uma boa primeira impressão e por sua vida em risco durante o trajeto. Logo, durante a viagem eu, como passageiro, devo poder notificar a operadora dos perigos que eu possa estar correndo E devo ser atendido prontamente.

Com isto posso atuar também durante a viagem.

Quarta sugestão: seguro

Talvez isto seja feito, mas nunca vi ser divulgado. Se pego um carro usando um aplicativo, e um acidente ocorra comigo motivado por imprudência do motorista, quem me cobre?

Se você oferece serviço de transporte, por que não mostrar que confia em seus motoristas também?

(dúvida: será que eu, enquanto consumidor, se sofrer algum acidente durante o percurso devido à imprudência do motorista que contratei pelo aplicativo, posso processar a empresa que mantém o serviço?)

Quinta sugestão: uma central de atendimento POR TELEFONE

O incidente ocorreu e você busca as opções de feedback no aplicativo: você está tenso, não consegue achar e, às vezes, realmente não existe. Por que não há um número de telefone de fácil acesso nestes programas???

Se houvesse um número e você pudesse ligar para uma central, que te fornecesse um número de protocolo ou qualquer coisa, a situação seria muito mais fácil. Falar é mais fácil que digitar, sabiam?

Lembram o incidente que mencionei no início deste post? Só pude reportar a operadora em casa, pois não encontrei a funcionalidade no aplicativo pra Windows Phone. Neste meio tempo o indivíduo estava atendendo outras pessoas pela cidade e as pondo em risco.

As antigas “centrais de taxi” tinham isto. Por que os aplicativos não podem ter também?

E mais: dado que vou ligar para reclamar por que algo está muito errado, não devo pagar por isto. Éticamente o correto é ser uma ligação gratuita.

O dia seguinte…

A operadora “prontamente” me respondeu três dias depois e, para não perder o cliente, me ofereceu R$ 20,00 de crédito. Bacana saber o preço da minha segurança, lhes disse que não queria o dinheiro mas mesmo assim o incluíram na próxima viagem que fiz com eles.

Por que fiz a próxima viagem? Me prometeram que nunca mais pegaria uma viagem com aquele motorista, idem minha esposa e minha amiga. Ok: parece justo, dei azar naquele trajeto. Não ocorrerá novamente: afinal de contas, todos dizem que este é o melhor serviço de transporte do país e que possuí o melhor atendimento, certo?

Algumas semanas depois…

Pela manhã minha esposa pede um carro pelo aplicativo. É o mesmo motorista. Ela cancela a viagem.

Então eu peço mais uma viagem com o mesmo aplicativo: o mesmo motorista, que devia estar perto de nós. Mas notei um detalhe escabroso: sua avaliação era de 4.8 estrelas (em 5).

Entrei em contato com a operadora, mas ela ainda não me respondeu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *